Vídeos que circulam pela internet são alternativas “fáceis” e baratas

Cada dia mais comum no ambiente virtual, aplicativos, blogs e vídeos circulam na internet estimulando a prática de exercícios físicos em casa e trazendo orientação sobre nutrição, comportamento e estilo de vida. Essa prática está atraindo a atenção de quem não está satisfeito com o próprio corpo ou apenas quer cuidar um pouco mais da saúde.

Os avanços da tecnologia, aliados ao desejo de melhorar a qualidade de vida, têm sido atrativos para quem não pode pagar mensalidades ou não tem tempo para frequentar as academias tradicionais. As redes sociais estão repletas de alternativas baratas e com resultados aparentemente “fáceis”. Entretanto, especialistas alertam para os perigos da prática de atividade física sem orientação de um profissional qualificado.

Tem interesse em fazer agachamento, pilates, caminhada ou yôga? Realmente, uma pesquisa rápida na loja de apps do seu celular apresentará diversas opções, porém os riscos envolvidos são grandes, podendo causar, inclusive, lesões e problemas nas articulações. Por isso, é preciso respeitar limites e o processo de aprendizagem motora para a realização dos movimentos.

Para Rita Gomes, 50, professora de Hatha Yôga, Pilates, terapeuta Reiki e Educadora Física, na internet todos se acham no direito de prescrever treinos e outros exercícios sem serem qualificados para isso. “O importante é procurar um estúdio ou academia com profissionais capacitados para exercer a profissão, ensinar e prescrever treinos e práticas de forma segura, respeitando a individualidade biológica de cada pessoa”, defende.

Foi há 20 anos que Rita conheceu o yôga e se apaixonou. “Essa filosofia de vida se transformou literalmente em minha vida. Sabe aquele ditado bem clichê: faça o que ama e não terá que trabalhar um único dia de sua vida? É a mais pura verdade”, conta.

Antônio Cenai, 23, que também atua como educador físico, acredita que os apps são um estímulo importante para iniciar a prática de atividades físicas, entretanto, não podem ser substituídos por um profissional capacitado.

Cenai entende que, prezando pela prática de atividades com segurança e respeitando as necessidades individuais, os aplicativos até poderiam serem usados, mas sempre mediante de acompanhamento de profissionais habilitados para orientar os praticantes. “Os aplicativos podem até ser um auxílio para pessoas que não possuem restrições clínicas que possam limitar sua prática de atividade física, porém eles também podem ser vilões agravando e até causando novas lesões”, conclui Cenai.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Grupos de pesquisas receberão R$30 milhões para desenvolver

Credenciamento será feito pela Embrapii com apoio do MEC O número de grupos de pesquisa de universidades federais credenciados pela Empresa

Governo do Estado prorroga suspensão das aulas e eventos na Bahia

O decreto n° 19.586, que determina a suspensão das aulas na rede estadual e a realização de eventos com mais de 50 pessoas em todo o

Enem 2020: balanço das inscrições aponta maioria de candidatos

Neste ano, 81% dos inscritos está nessa categoria Após a finalização das inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020,

Está disponível o resultado da seleção da Capes para formação

Cada programa beneficiará mais de 60 mil alunos de licenciatura O resultado da seleção para a formação de 60 mil professores, realizada pela

Flexibilização do ano letivo: MP é prorrogada pela Alcolumbre

O presidente do Congresso Nacional, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) publicou ato no Diário Oficial da União (DOU) que prorroga por 60 dias a

Ano letivo não será cancelado, garantiu Governador da Bahia

Em conversa com imprensa do recôncavo baiano e região baixo sul, nesta quinta-feira, 28, o governador Rui Costa afirmou que o ano letivo dos

Há necessidade de recursos para educação alertam secretários

Consed manifesta preocupação com redução do gasto público Em nota técnica, o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) alerta

Alimentação escolar: Agricultura Familiar é tema de seminário

O Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) foi tema do último dia do seminário virtual “Parceria mais forte, juntos para alimentar”,

Covid-19: MEC suspende pagamento de parcelas do Fies

Medida vale enquanto durar o estado de calamidade pública O Comitê Gestor do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) autorizou a suspensão das

Último dia para fazer as inscrições para o Enem é nesta quarta

MEC estendeu o prazo previsto no edital até o dia 27. Estudantes devem acessar a Página do Participante e tem até quinta (28) para pagar taxa O

Nossos Apoiadores: