Comportamento foi observado entre os "millenials”

A maioria dos interessados em cursos on-line buscou esse tipo de formação a distância e de curta duração com o objetivo de mudar de carreira e aumentar renda. É o que apontou pesquisa divulgada nessa semana pela Hortmart, plataforma que oferece aulas e outros produtos digitais como e-books e mentorias, que mapeou o perfil dos consumidores dos cursos pela internet.

De acordo com dados da pesquisa, dois terços do público consumidor de cursos on-line são mulheres, cuja faixa etária predominante é de pessoas entre 25 e 34 anos, os chamados "millenials". Os principais temas de interesse desse público, segunda a pesquisa, estão relacionados às áreas de finanças e negócios; marketing e vendas; carreira e desenvolvimento pessoal.

Para 93% dos entrevistados, os cursos os ajudaram ou estão ajudando na transição de carreira. Nesse contexto, 38% citaram querer aumentar a renda ou salário atual como a principal motivação. Já 35% afirmaram que queriam gerar uma nova renda ou renda extra. Para 15% a busca foi para mudar de área de atuação e para 9%, trocar de carreira. Já aqueles que procuraram um curso on-line para ter mais conhecimento sobre um novo assunto ou tema foram 44%.

Ainda conforme a pesquisa, 85% das pessoas entrevistadas afirmaram que atingiram total ou parcialmente seus objetivos, enquanto cerca de 68% respondeu que foi possível alcançar pelo menos em parte os objetivos financeiros que os levaram a fazer o curso, e cerca de metade declarou ter aumentado a renda depois de fazer o curso.

Pessoas das classes B e C são as que mais se destacam entre os consumidores de cursos on-line, representando 80% do total. Desses, pelo menos 72% possuem o ensino superior completo.

Para a vice-presidente de marketing da Hotmart, Nathalia Cavalieri, o mercado dos cursos on-line tem ganhado cada vez mais relevância, especialmente com a pandemia. “Como a necessidade do isolamento social fez com que as pessoas e empresas se adaptassem aos eventos, trabalhos e reuniões on-line, isso se estendeu também para a área da educação”, destaca.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Enem 2022 foi confirmado para novembro

 Considerado o maior vestibular do país, com o Enem é possível ingressar no ensino superior O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2022 vai

Instituto Global Attitude busca jovens brasileiros para representar

As inscrições seguem abertas Até o dia 24 de janeiro, jovens brasileiros podem se inscrever para o Youth 20, evento para a juventude que precede

Enem 2021: Inep divulga balanço preliminar da reaplicação;

Os resultados finais devem ser divulgados no dia 11 de fevereiro O segundo dia de reaplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021

Revalida 2022: Inep abre inscrições para prova que será em março

Taxa de inscrição é de R$410 As inscrições para a primeira etapa do exame de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituição de

Teixeira: Jovem estudante de Direito vem conquistando espaço no meio

Teixeira de Freitas: Nossa equipe de reportagem conheceu a história de Felipe Louzi, um jovem de 25 anos, natural da cidade de Nanuque/MG que, com

Estudante de Administração que vende doces na rua sonha em ter uma

Já viraram a cara para mim’, conta ela que não desiste dos seus objetivos Saindo de porta em porta vendendo doces produzidos por ela mesma,

Concursos públicos: professores dão dicas de como se preparar para

Autoconfiança, rotina de estudos e entender os editais são alguns dos pontos  O estudante Ronald Santos, 18, sempre quis seguir a carreira

Rotina é importante para criação de vínculos saudáveis entre

Pedagoga elenca atividades que favorecem o desenvolvimento das crianças  Estabelecer vínculos e criar momentos de afeto em família foram uns dos

Matrículas para novos alunos para Rede Municipal começam dia 1° de

A Prefeitura Municipal de Teixeira de Freitas, através da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, informa que matrículas para novos alunos

Fies: cerca de 1 milhão de inadimplentes podem renegociar dívida

Decisão é válida para contratos firmados até 2017 com mais de 90 dias em atraso Atualmente, cerca de 1 milhão estudantes com contratos do Fundo

Nossos Apoiadores: