Mirai Nagasu diz que caiu diversas vezes ao tentar nos treinos o Triple Axel que ajudou os EUA a conquistarem a prata por equipes; família é japonesa e tem restaurante na Califórnia

Mirai Nagasu já entrou para a história dos Estados Unidos nos Jogos Olímpicos de Inverno. Na segunda-feira, a menina de descendência japonesa foi a primeira do país a executar com sucesso um Triple Axel durante a patinação artística por equipes. Com a manobra, ela ajudou os Estados Unidos a conseguirem o bronze na prova. E quem diria, Mirai só começou no esporte porque um dia resolveu jogar golfe e estava chovendo. Pediu então os pais para levá-la ao rinque de patinação... O resto é história.

O Triple Axel é um movimento em que a patinadora dá três voltas e meia no ar antes de aterrissar. Além de Nagasu, apenas outras duas americanas conseguiram realizar o movimento com perfeição. Tonya Harding foi a primeira mulher a fazer o movimento no dia 16 de fevereiro de 1991, em Minneapolis, nos Estados Unidos. O “Triple Axel” só foi visto novamente 24 anos depois, com Kimmie Meissner, em 2005.

"Há quatro anos, quando fiquei fora da equipe em Sochi, queria voltar e sabia que eu realmente teria que fazer algo especial. Então, ser a primeira americana a fazer um Triple Axel nos Jogos Olímpicos é histórico, e ninguém pode tirar isso de mim"

Patinadora teve que escolher os EUA

A patinação entrou na sua vida aos cinco anos, em Pasadena, nos Estados Unidos. E ela não parou mais. A família é dona de um restaurante de comida japonesa em Arcadia, Califórnia. Com a descendência da família, Mirai teve que fazer uma escolha importante aos 22 anos. Até então, ela tinha a dupla nacionalidade. Era japonesa e americana.

Mas o Japão não deixa que pessoas acima desta idade possuam as duas cidadanias. Ela então optou pelos Estados Unidos. Formando-se em economia na Universidade de Colorado Springs, ela conta que durante a prova de duplas de PyeongChang, nos treinos, caiu várias vezes tentando o Triple Axel.

"Caí muitas vezes tentando porque estava tão nervosa, mas falei para mim mesma: 'Você vai fazer isso e vai dar 100%, sem olhar para trás'. Foi realmente especial para mim"

Mirai é uma patinadora respeitada nos EUA. Mas ficou fora de Sochi 2014. Tem 24 anos e em 2008 foi campeã americana no feminino individual. Em 2018, carimbou seu lugar me PyeongChang com a prata no individual em San Jose. Ela também tem uma prata no Mundial Junior de Oberstdorf, em 2007, e um bronze no ano seguinte, em Sofia. Em Mundiais adultos, Mirai nunca conseguiu um pódio.

Fonte: Globo Esporte

Neymar não treina por ‘síndrome viral’

Neymar ficou fora do treino que o elenco do Paris Saint-Germain realizou na manhã desta sexta-feira e o técnico Unai Emery afirmou, após a

Projeto Domingo é Lazer volta a funcionar pela manhã

A Prefeitura Municipal de Teixeira de Freitas através da Secretaria de Esporte e Lazer, informa que, atendendo à pedidos da população, o Projeto

Band anuncia fim do 'Os Donos da Bola' depois da polêmica

Emissora anunciou o fim do programa esportivo em Goiás após repercussão negativa nas redes sociais A repercussão negativa do quadro 'Desafio

Com gol e assistência de Vinicius, Bahia vence o Náutico na Fonte

Meia teve grande atuação e ajudou o tricolor a vencer a segunda seguida na Copa do Nordeste; Edigar tirou a zica A mesma comemoração e um

Bahia recebe o Náutico e busca encaminhar vaga no Nordestão

Uma estreia de temporada com derrota em casa na Copa do Nordeste. O pior início do time na história do Campeonato Baiano (um triunfo, dois

Brasileira obtém vaga inédita na final da patinação artística

Isadora Williams ficou em 17º lugar nos Jogos Olímpicos de Pyeongchang Isadora Williams está na final da patinação artística dos Jogos

Após criticar Neymar, Casagrande pode ficar de fora da Copa

Globo terá de escolher entre ter Casagrande comentando a seleção no mundial, ou conseguir se reaproximar de Neymar As críticas a Neymar após

Sul-Americano  feminino de vôlei começa nesta terça-feira

Brasileiras se juntam a quatro clubes estrangeiros para disputa do torneio de vôlei em Belo Horizonte A bola vai subir na Arena do Minas. Nesta

Giba se defende sobre pensão para filhos: ‘pago um valor justo’

Ex-jogador de vôlei disse que ex-mulher pede valor incompatível com os seus rendimentos atuais; Cristina Pirv contou que pode provar falta de

Hondurenho é barrado nos EUA e o baiano Robson terá novo rival

Baiano enfrentará o americano Ignacio "El Alacran" Holguin O baiano Robson Conceição terá novo adversário na sua sexta luta como pugilista

Nossos Apoiadores: