Respirar bem melhora o desempenho no esporte. Veja como fazer o ar fluir melhor

Duas cirurgias e uso freqüente de dilatadores nasais não surtiram o efeito esperado. Marizete Rezende continuou exibindo semblante de dor sempre que disputava provas de média e longa distância. “Apesar de todo o tratamento, uma alergia crônica não me deixa respirar direito. Por isso faço tantas caretas”, explicou a atleta, logo após vencer a São Silvestre de 2002.

As caretas são apenas o mais visível dos prejuízos causados a atletas que não conseguem respirar livremente. “A qualidade da respiração influencia diretamente a performance esportiva, independentemente da modalidade. Não é um mero detalhe. Ao contrário: pode separar um campeão de um competidor comum”, explica o treinador Adauto Domingues, especialista em corridas de resistência.

Respirar bem no esporte não significa apenas cumprir o roteiro básico de puxar o ar pelo nariz e soltar pela boca. Essa é, na verdade, a seqüência seguida pelo corpo humano quando está em repouso. “Cerca de 80% da respiração ocorre pelo nariz quando estamos descansando. A atividade física gradualmente inverte o processo. Como o volume de oxigênio exigido é maior, é pela boca que captamos 70% do volume que precisamos durante o esforço”, diz José Alberto Neder, professor livre-docente em pneumologia pela Unifesp.

A Go Outside ouviu especialistas e elaborou um roteiro para que essa transição seja feita numa boa, sem te deixar sem fôlego nem comprometer seu desempenho.

A regra

O oxigênio é o principal agente da atividade cardiovascular. Portanto, use nariz e a boca para obtê-lo durante o esporte. Quanto mais, melhor.

O começo

Durante o aquecimento, é recomendável utilizar bastante o nariz para sugar o ar, pois ele funciona como um condicionador aéreo que ajuda a te proteger de doenças respiratórias, como irritação nas vias aéreas e até asma induzida pelo esporte.

O auge

Com o aumento da intensidade, abra a boca para deixar o oxigênio entrar. O ideal é inspirar e expirar pela boca e pelo nariz simultaneamente. Mesmo quem tem rinite ou desvio de septo não deve descartar o nariz, mesmo que não consiga utilizá-lo plenamente.

O ritmo

Não há um intervalo específico para a respiração. O próprio corpo costuma impor o ritmo. Existem, porém, algumas técnicas, usadas especialmente em corridas: 1×1 (uma inspiração seguida por uma expiração), 2×1 (duas inspirações seguida por uma expiração), 2×2 (duas inspirações seguidas por duas expirações). Não é preciso eleger apenas uma durante a prova ou treino. Mesclá-las ajuda o organismo a escolher a mais eficiente para cada situação.

O erro mais comum

É forçar a respiração somente pelo nariz durante atividade física intensa. O corpo não vai absorver todo o oxigênio que precisa. Como conseqüência, aparecem o cansaço e a fadiga muscular.

O bloqueio

Prender a respiração por longos períodos é recomendável apenas em provas rápidas de natação, pois economiza movimento e diminui o atrito, já que para buscar o ar o atleta precisa tirar a cabeça da água.

O acessório

Vendido como aparelho que facilita a respiração no esporte, o dilatador nasal, coqueluche entre atletas na última década, nunca foi unanimidade entre pesquisadores. Não por acaso, praticamente sumiu do rosto de esportistas de elite.

Fonte: Go Outside


Jogos do Torneio do Trabalhador seguem durante a semana

Teixeira de Freitas: Com as disputas cada vez mais acirradas, o Torneio Aberto de Futsal do Trabalhador segue durante esta semana. Já foram mais

Bahia se consagra bicampeão baiano e retoma hegemonia no estado

Um, dois, três... 14, 15... 31, 32... 47, 48! Tivemos que cortar a contagem para não ficar cansativa. Mas a torcida do Bahia não vai cansar

Governo Bolsonaro demite secretário de Esporte

O general Marco Aurélio Vieira foi exonerado do cargo de secretário especial de Esporte do Ministério da Cidadania. A decisão foi publicada

Bahia contrata o volante Buiú para o time sub-23

O Bahia continua a trazer atletas para o seu elenco sub-23. E mais uma vez o jogador vem do Jequié, rebaixado para a Série B do Campeonato Baiano

Prefeitura de Teixeira de Freitas entrega Praça da Urbis

Teixeira de Freitas: Depois do trabalho realizado na praça localizada no bairro Urbis, a Prefeitura Municipal de Teixeira de Freitas entregou

FBF apresenta o novo troféu do Campeonato Baiano; modelo será fixo

O Campeonato Baiano de 2019 terá mais uma novidade. Nesta sexta-feira (12), a Federação Bahiana de Futebol (FBF) apresentou o novo troféu da

Torneio de pesca promove interação com alunos de Alcobaça

Alcobaça: Nesta sexta-feira (12), os organizadores do Torneio de Pesca Esportiva e a Prefeitura de Alcobaça, por meio da Secretaria Municipal de

Após revitalização, Ginásio recebe Torneio do Trabalhador de

Teixeira de Freitas: A Prefeitura de Teixeira de Freitas está investindo no esporte da cidade. Com recursos próprios, foi realizada a

Obras do Centro de Iniciação ao Esporte em Teixeira avançam

Teixeira de Freitas: Em breve, Teixeira de Freitas contará com um novo Centro de Iniciação ao Esporte (CIE), no bairro Vila Vargas. Uma obra que

Bahia de Feira supera o Conquista e vai à final do Baianão

Em um jogo com muitas emoções, o Bahia de Feira derrotou de virada, na tarde deste domingo, 31, o Vitória da Conquista por 2 a 1, na Arena

UAI Brasil
Nossos Apoiadores: