Galo está há quatro jogos sem vencer na competição nacional

De volta ao Independência, o Atlético encara o Corinthians neste domingo, às 18h, para tentar voltar a vencer no Campeonato Brasileiro. O último triunfo do Galo foi na 31ª rodada do Brasileirão, sobre o Goiás, por 2 a 0, no Mineirão.

De lá para cá, foram três empates, contra Cruzeiro (0 a 0), Fluminense (1 a 1) e Bahia (1 a 1), e uma derrota para o Athletico Paranaense (1 a 0).

Com contrato até o fim desta temporada, o técnico Vagner Mancini trabalha para melhorar seus números no comando do Atlético neste Brasileiro. O treinador tem apenas 36,66% de aproveitamento e projetou dificuldades para o duelo contra o Corinthians.

“É um jogo difícil, onde vamos ter que estudar bem o adversário. O Coelho já fez algumas alterações na equipe, na forma de jogar. Hoje vemos uma linha de quatro que não fica tão postada, que sai um pouquinho na marcação. Houve uma mudança de cenário tático. Isso tudo temos que entender. Assim como o Atlético também deve ter modificado alguma coisa após a minha chegada. Isso tudo são encaixes. O que digo aos atletas é que aquele time que fizer melhor a leitura, mais rapidamente, tem chance de sair na frente”, disse o técnico atleticano em entrevista coletiva nessa sexta, na Cidade do Galo.

Em busca da tranquilidade

Na 14ª colocação, com 42 pontos, o time ainda não está matematicamente garantido na Série A do ano que vem. Entretanto, as chances de queda são mínimas: 0,08% segundo o Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais.

De acordo com a diretoria alvinegra, 16.021 ingressos foram vendidos para o confronto contra o rival paulista. A intenção era mandar o jogo mais uma vez no Mineirão, porém o estádio será palco de um show do cantor Thiaguinho neste domingo, às 14h.

Rivalidade histórica

No primeiro turno, o Atlético fez uma boa partida na Arena Corinthians, mas acabou sendo derrotado por 1 a 0, após um erro de Cleiton. O goleiro atleticano havia feito intervenções importantes no jogo, mas acabou errando uma cobrança de tiro de meta e entregando a bola para Mateus Vital, que serviu Gustagol para marcar aos 42 minutos do segundo tempo.

Galo e Timão já protagonizaram confrontos marcantes ao longo da história. Os paulistas levaram a melhor na final do Brasileirão de 1999 e na Libertadores de 2000, quando eliminaram os mineiros nas quartas de final com uma vitória por 2 a 1 no Pacaembu. O jogo da volta, no Mineirão, teve arbitragem extremamente questionável do brasiliense Luciano Almeida, que deixou de marcar um pênalti claro sobre Cleisson no primeiro tempo.

O troco do Atlético veio nas quartas de final da Copa do Brasil de 2014. Após perder por 2 a 0 em Itaquera, o Galo venceu no Mineirão por 4 a 1 e seguiu embalado na competição até conquistar o título.

Os rivais se poderiam ter se encontrado novamente na final da Copa Sul-Americana deste ano, porém nenhum dos dois chegou à decisão, como lembra Vagner Mancini, se mostrando conhecedor da história do confronto.

“Eu não estava no Atlético, mas escutei muito que essa seria a final da Sul-Americana. Acabou não acontecendo, mas já existe um peso das camisas. Já existe entre os atletas uma certa rivalidade contra alguns times. Não que isso torne o jogo extremamente perigoso. Ao mesmo tempo, são equipes que se respeitam e que jogam futebol, que tentam vencer”, afirmou o treinador.

Reencontro com velho conhecido

Antes recém-contratado técnico Thiago Nunes assumir o Corinthians, a equipe segue sendo comandada por Coelho, que defendeu o Atlético de 2007 a 2010. Conhecido pela ótima batida na bola, o ex-lateral-direito fez 91 partidas com a camisa do Galo e marcou 13 gols

Para o jogo deste domingo, Coelho terá dois possíveis desfalques. O lateral esquerdo Danilo Avelar e o meia-atacante Pedrinho são dúvidas e devem ser reavaliados antes da partida. Curiosamente, ambos se recuperam de dores nos ombros.

A provável escalação do Timão para este domingo é Cássio; Fagner, Manoel, Gil e Carlos Augusto (Danilo Avelar); Gabriel e Júnior Urso; Janderson, Mateus Vital (Pedrinho ou Jadson) e Clayson; Boselli.

O Corinthians vem de vitória por 3 a 0 em casa sobre o lanterna e já rebaixado Avaí. O Timão ocupa a 6ª colocação no Brasileirão, com 53 pontos.

ATLÉTICO X CORINTHIANS

Atlético:  Cleiton, Patric, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Jair (Zé Welison) e Luan; Marquinhos (Chará), Cazares e Otero; Di Santo.

Técnico: Vagner Mancini

Corinthians: Cássio; Fagner, Manoel, Gil e Carlos Augusto (Danilo Avelar); Gabriel e Júnior Urso; Janderson, Mateus Vital (Pedrinho ou Jadson) e Clayson; Boselli.

Técnico: Dyego Coelho

 Motivo: 36ª rodada do Campeonato Brasileiro

Local: Estádio Independência

Data e horário: Domingo (01/12/2019), às 18h

Árbitro: Paulo Roberto Alves (PR)

Assistentes: Victor Hugo Imazu dos Santos e Rafael Trombeta (PR)

Árbitro de vídeo: Elmo Alves Resende Cunha (GO)

Atleticanos pendurados: Leo Silva, Maidana, Fábio Santos, Lucas Hernández, Zé Welison, Luan, Otero, Vinícius e Di Santo

Fonte: Superesportes

Porto Seguro divulga regras para reabertura de academias

A prefeita de Porto Seguro, Cláudia Oliveira, assinou, na tarde de sexta-feira (29), o decreto 10.823/20, que mantém, até 14 de junho, a

Homens X mulheres: Lista mostra diferença de pagamentos no esporte

Osaka e Serena são as únicas mulheres entre 100 atletas mais bem pagos Apenas duas mulheres estão no privilegiado grupo dos 100 atletas mais

Governo autoriza treinos presenciais dos times a partir de segunda

Mesmo sendo o Estado nordestino com mais casos de Covid-19, com 37.821 casos e 2.733 mortes confirmadas, de acordo com a Secretaria de Saúde do

Força mental pode contar a favor do judô brasileiro na Olimpíada

Técnica da seleção masculina elogiou atitude de atletas na pandemia No comando da seleção brasileira masculina de judô desde 2018, a sensei

Conor Mcgregor aceita 'super luta' proposta por Anderson Silva

Uma das maiores lendas do MMA, o brasileiro Anderson Silva poderá realizar uma das lutas mais inesperadas da história. Apontado como o maior

Covid-19: grupo McLaren planeja demitir 1.200 funcionários

Desligamento atingirá cerca de 25% do total de trabalhadores Doze dias após perder o piloto de Fórmula 1 Carlos Sainz para a Ferrari que o

Basquete: Fiba propõe ações para retomada das ligas nacionais

Para federação, testes e orientações devem ser prioridades Uma série de orientações a serem seguidas para a retomada das ligas nacionais de

Vôlei: Fofão é eleita 3ª melhor estrangeira da Champions League

Ex-jogadora brasileira conquistou ouro olímpico Campeã nos Jogos de Pequim (2008) e bronze nos de Atlanta (1996) e Sydney (2000), a levantadora

Ex-técnico de Bahia e Vitória, Vadão morre aos 63 anos

Treinador lutava contra um câncer no fígado Técnico com passagens por Bahia, Vitória e seleção brasileira feminina, Oswaldo Fumeiro Alvarez,

Presidente do UFC planeja eventos em misteriosa 'Ilha da Luta'

Dana White diz que vai levar octógono para 'praia', em junho e julho Sem uma data prevista para liberação de eventos esportivos em Las Vegas,

Nossos Apoiadores: