O Supremo Tribunal Federal (STF) negou ao ex-ministro e ex-deputado federal Geddel Vieira Lima (MDB) progressão que lhe permitiria passar ao regime semiaberto no caso do bunker de R$ 51 milhões.

Em julgamento virtual, a segunda turma da Corte se manifestou pela não progressão da detenção do ex-ministro, com exceção do ministro Ricardo Lewandowski, que se declarou favorável à concessão do relaxamento.

Para haver a progressão, de acordo com entendimento da maioria, Gederal deveria pagar multa fixada na condenação, que ultrapassa o montante de R$ 1,6 milhão, o que não ocorreu.

“(O STF) assentou a constitucionalidade da exigência do recolhimento do valor correspondente à sanção pecuniária imposta na sentença condenatória como requisito que se soma aos demais previstos no art. 112 da Lei de Execução Penal, sem os quais não se defere a progressão de regime prisional”, registrou Fachin. “No caso, regularmente intimado, o ora agravante (Geddel) permaneceu inerte, não providenciando o recolhimento da quantia atualizada, tampouco apresentou justificativas acerca de eventual impossibilidade de fazê-lo, o que impõe o indeferimento da pretensão”, completou o relator.

O caso do bunker

Geddel foi preso preventivamente em julho de 2017, após a Polícia Federal apreender aproximadamente R$ 51 milhões em malas de dinheiro em um apartamento em Salvador. Denunciado em dezembro de 2017, ele foi condenado em outubro do ano passado a 14 anos e 10 meses de reclusão por organização criminosa e lavagem de dinheiro. Em julho, ele foi liberado pelo então presidente do Supremo, ministro Dias Toffoli, para cumprir pena domiciliar em razão da pandemia de covid-19.

Fonte: Atarde

CEJUS e Guarda Municipal estão de novo endereço em Teixeira

Teixeira de Freitas: A Secretaria de Segurança e Cidadania de Teixeira de Freitas entregou na manhã desta sexta-feira, 27 de novembro, o novo

Geração distribuída de energia solar cresce em 118% na Bahia

A instalação de uma placa solar fotovoltaica no telhado no lugar onde mora pode gerar a própria energia e ainda pagar mais barato na conta de

Governo detalha pagamentos e saques do auxílio emergencial

Primeira parcela (Ciclo 5) será paga a partir de 30 de novembro O Ministério da Cidadania publicou, no Diário Oficial da União de hoje,

Estados e municípios poderão pegar mais R$ 2 bi em empréstimos

Limite de crédito passou de R$ 18 bi para R$ 20 bi Os estados e os municípios poderão contrair mais R$ 2 bilhões em empréstimos no

Itamaraty diz que reação da China a Eduardo foi ofensiva

O Itamaraty repreendeu a embaixada da China pelas críticas contra o deputado e filho do presidente Eduardo Bolsonaro (PSL) e disse, em ofício,

Nova crise de Bolsonaro com a China ameaça economia brasileira

As investidas do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), presidente da Comissão de Relações Esteriores e Defesa Nacional da Câmara, contra a China

Biden diz que americanos 'não aceitarão' desrespeito aos resultados

O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, advertiu nesta quarta-feira, 25, que os americanos não permitirão que se ignorem os resultados

Ex-prefeito Dapé segue internado em estado grave com Covid-19

Eunápolis: Paulo Dapé, 63 anos, ex-prefeito de Eunápolis, continua internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Ames devido a

Temóteo é punido pelo TCM por atraso no repasse à Previdência

Teixeira de Freitas: Na sessão desta terça-feira, 24, os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) determinaram que sejam feitas

Prefeito Silvio Ramalho é eleito presidente do Consórcio de Saúde

Caravelas: Em seu segundo mandato, o prefeito de Caravelas (BA), Silvio Ramalho, foi conduzido à presidência do Consórcio Regional de Saúde

Nossos Apoiadores: