Pesquisa do Instituto Datafolha divulgada nesta quinta-feira, 16, pela Folha de S.Paulo, revela que a reprovação do governo Jair Bolsonaro segue em tendência de alta.

De acordo com o levantamento, a reprovação oscilou 2 pontos percentuais em relação ao levantamento feito em julho - 53% consideram o governo ruim ou péssimo, o pior índice do mandato; na última pesquisa, eram 51%.

O Datafolha ouviu presencialmente 3.667 pessoas com mais de 16 anos, em 190 municípios de todo o país nos dias 13 a 15 de setembro. A margem de erro é de dois pontos para mais ou menos.

O presidente é avaliado como bom ou ótimo por 22%, oscilação negativa dos 24% da pesquisa anterior, que já indicava o pior índice de seu mandato. O consideram regular 24%, mesmo índice de julho.

A novidade antes da pesquisa foi a realização dos atos contra o Supremo Tribunal Federal (STF) no dia 7 de setembro. O recuo do presidente após a pressão institucional, sugere o levantamento, também não trouxe impacto perceptível na forma de uma queda abrupta de apoio ao presidente na sua base.

Fonte: Atarde

Avião com políticos baianos arremete duas vezes antes de pousar

Um avião que levava ao menos cinco deputados e um senador de Brasília a Salvador nesta quinta-feira, 21, arremeteu duas vezes antes de pousar no

Secretários do Tesouro e Orçamento de Guedes pedem demissão

O secretário especial do Tesouro e Orçamento, Bruno Funchal, e o secretário do Tesouro Nacional, Jeferson Bittencourt, pediram exoneração de

REFIS: Arrecadação do IPTU gera desenvolvimento e obras em Teixeira

Teixeira de Freitas é uma das dez maiores cidades da Bahia, seu crescimento populacional foi intenso desde a sua emancipação como município em

Prefeitura de Mucuri e EMBASA executam obras de extensão da rede de

Mucuri: A Prefeitura Municipal de Mucuri em parceria com a EMBASA - Empresa Baiana de Águas e Saneamento S.A., estão concluindo as obras de

Lula compara polarização a Ba-Vi e culpa Aécio por "guerra"

A polarização na política é como um clássico de futebol e o Brasil precisa retornar à normalidade democrática, que se perdeu após as

Bolsonaro confirma R$ 400 de Auxílio Brasil: “Ninguém vai furar

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) confirmou, na manhã desta quarta-feira, 20, que o programa Auxílio Brasil terá pagamentos mensais de

Auxílio-Brasil de R$ 400 começa a ser pago em novembro, diz João

O programa social que vai substituir o Bolsa-Família, o Auxílio-Brasil, no valor de R$ 400, será pago a partir de novembro deste ano. A

STF forma maioria e rejeita habeas corpus de Zé Trovão

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) formaram maioria para rejeitar o pedido de reversão da prisão preventiva de Zé Trovão, alcunha

Governo federal e estados discutem corte no Bolsa Família

O governo federal e estados discutiram nesta sexta-feira (15) uma proposta de acordo que pode permitir a suspensão do pagamento do Bolsa Família

A partir de novembro, bandeira tarifária da luz será normal, afirma

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na noite desta quinta-feira (14) que determinará ao Ministério de Minas e Energia (MME) que altere a bandeira

Nossos Apoiadores: