De candidatura própria a apoiador da candidatura bolsonarista na Bahia com João Roma (PL), o PTB já transitou por vários caminhos. Porém o desfecho deve ser outro. Presidente do partido na Bahia, Gean Prates confirmou que encaminhou o apoio à pré-candidatura de ACM Neto (União) ao governo da Bahia e descartou uma divisão interna por conta do apoio dos filiados ao presidente Jair Bolsonaro (PL).

"A conversa com João Roma levamos até ao limite. Corremos atrás, tentamos a conversação republicana para estarmos aliados. Houve uma negligência por parte deles. O PTB tem uma independência política. Temos domínio da máquina partidária. A última vez que conversei ele disse que estava conversando com outros partidos e nós temos diálogo avançado com Neto", disse Prates.

Segundo o presidente da legenda, durante diálogo com o grupo de ACM Neto, foi colocado à mesa o apoio ao governo Bolsonaro, tendo o aceite para o apoio. "Tranquilo, estamos conversando e está bem adiantada. Dentro do PTB alguns mais afoitos queriam estar junto no apoio a indicação de Bolsonaro [João Roma], mas normal dentro de qualquer partido".

A reportagem, Prates confirmou a condicionante da vice, na chapa de Roma, para o apoio da legenda à candidatura. "Lá atrás, conversamos e uma das condições que colocamos a mesa é que fizemos parte da majoritária na vice. Eles não acharam importante, depois chegaram a oferecer, mas em um momento que não estávamos interessados", disse.

ÁUDIOS VAZADOS

O presidente do PTB da Bahia, Gean Prates, teve um áudio vazado na última terça-feira (28) onde o distanciamento com o pré-candidato ao governo da Bahia pelo PL, o deputado federal João Roma, ficou evidente. A informação foi divulgada inicialmente pelo AratuOn.

"Ricardo, nós vamos nos posicionar ainda essa semana. Estamos estabelecendo conversações e já conversamos com o grupo de Neto. Uma coisa que fique clara: uma vez que o partido optar por Neto, ele é imprescindível a todos membros do partido. Quem não quiser, está fora. Nós não vamos admitir sob nenhuma hipótese divergência", disse no áudio vazado.

A reportagem, Gean confirmou a autenticidade dos áudio. "Foi um áudio que mandei num grupo, que alguém me perguntou, se estaríamos na motociata de Bolsonaro ou Dois de Julho. Falei que estaríamos no dois de julho. No fundo queriam saber qual seria a orientação do partido a João Roma", disse.

Fonte: Bahianoticias 

Professor Robson Viana recebe Moção de Aplausos na Câmara

Lajedão: Na sessão ordinária que aconteceu na última quarta-feira, 10 de agosto, o vereador Isael Junior Meira das Virgens, o “Bua”,

Moro notifica PT por má-fé por tentar impugnar sua candidatura ao

O ex-ministro Sergio Moro (União Brasil) enviou notificações extrajudiciais ao PT e outros partidos e parlamentares que acionaram a Justiça

Petrobras anuncia nova redução no preço do diesel; medida passa a

A Petrobras anunciou uma nova redução no preço do diesel vendido às distribuidoras nesta quinta-feira (11). A partir desta sexta-feira (12), o

Justiça cassa mandato do prefeito de Canavieiras

O juiz eleitoral de Canavieiras, Eduardo Guerreiro publicou uma sentença multando e cassando o prefeito Almeida (PROS). O gestor foi acusado de

Polícia Federal aponta dificuldades para fazer a segurança de Lula

A Campanha eleitoral do candidato do PT à Presidência da República, Luís Inácio Lula da Silva, já demonstra ser um desafio ao esquema de

Timóteo Brito declara apoio à Katia Oliveira para Deputada Estadual

Teixeira de Freitas: O ex-prefeito de Teixeira de Freitas, Timóteo Brito, anunciou nesta semana o seu apoio à reeleição de Katia Oliveira para

União Brasil oficializa ACM Neto como candidato ao Governo da Bahia

O União Brasil oficializou em convenção na manhã desta sexta-feira (5) o nome de ACM Neto para disputar o Governo da Bahia nas eleições de

Lucas Bocão está confirmado como candidato a Deputado Estadual pelo

Teixeira de Freitas: O vereador Lucas Bocão teve seu nome confirmado como candidato a deputado estadual pelo Solidariedade, na convenção

Os presídios hoje são quartéis-generais do crime na Bahia e tudo

Bahia: O pré-candidato ao governo do estado ACM Neto (União Brasil) criticou nesta terça-feira (2) a postura do governador diante de mais casos

Bolsonaro teme ser preso se não for reeleito em outubro

O presidente Jair Bolsonaro (PL) acredita que pode ser preso caso perca a eleição em outubro próximo. Ele tem dito a interlocutores do próprio

Nossos Apoiadores: