Governo liberou R$ 2,5 bilhões para viabilizar ingresso ao grupo

O governo federal anunciou nesta quinta-feira (24) a adesão ao Instrumento de Acesso Global de Vacinas Covid-19 (Covax Facility), ação administrada pela Aliança Gavi e a liberação de cerca de R$ 2,5 bilhões para viabilizar o ingresso do Brasil nesta iniciativa. A adesão foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União.

Segundo o governo, os países são convidados a participar do grupo e poderão se beneficiar, ao ter garantido o acesso ao fornecimento das vacinas disponibilizadas por meio da Covax Facility. Dessa forma, espera-se que o Brasil possa comprar imunizantes para garantir a proteção de 10% da população até o final de 2021, o que permite atender populações consideradas prioritárias.

A adesão permitirá o acesso ao portfólio de nove vacinas em desenvolvimento, além de outras em análise. Com a diversificação de possíveis fornecedores, aumentam as chances de acesso da população brasileira à vacina no menor tempo possível. Caberá à Covax Facility negociar com os fabricantes o acesso às doses das vacinas em volumes especificados, os cronogramas de entrega e os preços.

A Covax Facility é uma aliança internacional da Organização Mundial de Saúde (OMS), Gavi Alliance e da Coalition for Epidemic Preparedeness Innovations (CEPI), que tem como principal objetivo acelerar o desenvolvimento e a fabricação de vacinas contra a covid-19 a partir da alocação global de recursos para que todos os países aderentes à iniciativa tenham acesso igualitário à imunização.

De acordo com Palácio do Planalto, a iniciativa não impede que o país realize acordos bilaterais com outras empresas biofarmacêuticas produtoras de vacinas contra a covid-19 que não estejam contempladas pela iniciativa global. Também não ficam impedidas iniciativas já realizadas pelo Brasil com as biofarmacêuticas que fazem parte da iniciativa global.

Fonte: Agência Brasil

'Não pode um juiz decidir se você vai ou não tomar vacina', diz

Presidente deu declaração em conversa com apoiadores. Na sexta, ministro Luiz Fux, presidente do STF, afirmou que deve haver 'judicialização'

Anvisa libera importação de 6 milhões de doses da CoronaVac

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberou nesta sexta-feira, 23, a importação de 6 milhões de doses da CoronaVac, vacina

Covid-19: Brasil tem 5,35 milhões de casos e 156,4 mil mortes

Segundo ministério, 4.797.872 pessoas já se recuperaram da doença O número de pessoas infectadas com o novo coronavírus desde o início da

Covid-19: Brasil tem 24,8 mil novos casos e mais 497 mortes em 24h

Até o momento, 4.779.295 pessoas já se recuperaram da doença As autoridades de saúde registraram 24.858 novos casos e mais 497 mortes por

Boletim do Covid-19 em Teixeira de Freitas desta quinta-feira

Neste dia 22 de outubro de 2020 a Secretaria de Saúde de Teixeira de Freitas informa que houve registro de 45 novos casos positivados. Ao todo,

Brasil seguirá com testes da vacina de Oxford apesar de morte

Presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Antônio Barra Torres, afirma que o comitê internacional autorizou a continuidade dos

Covid-19: Brasil tem 24.818 novos casos em 24 horas

Total de recuperados chega a 89,8% O boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, divulgado na noite desta quarta-feira (21), mostra que em

Teixeira registra 28 novos casos de Covid-19 e número de infectados

Teixeira de Freitas: Nesta data, a Secretaria de Saúde de Teixeira de Freitas informa que houve o registro de 28 novos casos positivados. Ao todo,

Brasil anuncia que vai comprar 46 milhões de doses da CoronaVac

Ministro da Saúde assina protocolo de intenções para adquirir a vacina Após reunião virtual com governadores na tarde de hoje (20), o

Acompanhe os índices de hoje do Covid-19 em Teixeira de Freitas

Teixeira de Freitas: Nesta terça feira 20 de outubro de 2020 , a Secretaria de Saúde de Teixeira de Freitas emitiu uma nota lamentando mais um

Nossos Apoiadores: